Torcedores do Palmeiras protestam contra direção do clube e jogadores

Por Globo Esporte     17/10/2020 16h35

Torcedores do Palmeiras protestam na Academia de Futebol

FOTO: Felipe Zito
.jpg" data-hashtags="#radiogazetaweb #gazetaweb" style="width:40%;">

Principais alvos das organizadas foram o presidente, o diretor de futebol e parte dos atletas

Torcedores do Palmeiras protestam na Academia de Futebol 

FOTO: Felipe Zito

Integrantes de torcidas organizadas do Palmeiras protestaram neste sábado em frente à Academia de Futebol. Os principais alvos foram o presidente Maurício Galiotte, o diretor de futebol Anderson Barros e os jogadores.

Os torcedores abriram várias faixas com protestos na avenida Marquês de São Vicente, local em que fica o centro de treinamentos do Verdão.

"Maurício Banana", "Fora Barros" e "Salários milionários, futebol pobre" eram alguns exemplos de faixas levadas pelas organizadas. Os torcedores pediram ainda a saída do gerente Cícero Souza.

Além dos dirigentes, jogadores como Gustavo Scarpa, Felipe Melo, Lucas Lima, Ramires, Marcos Rocha, Rony, Luan, Raphael Veiga, Mayke, Jailson e Zé Rafael também foram alvos.

Os torcedores ainda cantaram:

- Tá da brincadeira, o Rony com a camisa do Palmeiras!

- Felipe Melo, cara de pau, na marcação é distanciamento social!

- Ah, que bom seria, se o Felipe Melo voltasse pra Turquia!

- Não é mole, não... Honra a camisa ou sai do Verdão!

- Maurício, incompetente, pegou o Palmeiras para brincar de presidente!

- Felipe Melo fala muito e marca pouco!

- Não é mole, não... Muito dinheiro para pouca obrigação!

- Libertadores não é mais que obrigação!

- Diretoria acabando com meu Verdão!

Por volta das 12h, os torcedores começaram a rasgar e jogar no lixo bandeiras alusivas a jogadores do atual elenco. De novo, Felipe Melo foi um dos principais alvos. Apenas as faixas com imagens de Willian e Gustavo Gómez não foram rasgadas.

Depois, às 13h, o ônibus com a delegação palmeirense que viaja a Fortaleza deixou o CT sob gritos de "Se o Palmeiras não ganhar, o pau vai quebrar". O Verdão enfrenta o Fortaleza neste domingo, às 20h30 (de Brasília), na Arena Castelão.

A cobrança acontece em meio a uma sequência ruim do Palmeiras no Campeonato Brasileiro que levou à demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo. O Verdão perdeu os três últimos jogos, sendo dois em casa - um deles para o rival São Paulo.

O Palmeiras corre para anunciar um novo técnico nos próximos dias. Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle, do Equador, surge como o preferido da diretoria neste momento.