Athletico vence os reservas do Santos e cresce no Brasileirão

Por Globoesporte.com | Portal Gazetaweb.com     21/11/2020 22h08

Thiago Heleno festeja o gol do Athletico

FOTO: Matheus Sebenello/NeoPhoto
.jpg" data-hashtags="#radiogazetaweb #gazetaweb" style="width:40%;">

Furacão chega à quarta vitória consecutiva e se afasta do rebaixamento

Thiago Heleno festeja o gol do Athletico

FOTO: Matheus Sebenello/NeoPhoto


O fantasma do rebaixamento está cada vez mais distante do Athletico. Em um jogo de poucas chances, o Furacão venceu os reservas do Santos por 1 a 0, neste sábado à noite, na Arena da Baixada, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O zagueiro Thiago Heleno, aos 29 minutos do segundo tempo, marcou o único gol da partida.

Furacão embala

O resultado faz o Athletico chegar à quarta vitória consecutiva no Brasileirão, com 28 pontos, em posição intermediária na classificação. O foco agora é a Libertadores. O time volta a campo na terça-feira para enfrentar o River Plate, na Arena da Baixada, às 19h15, pelo primeiro jogo das oitavas da Copa Libertadores. Pelo Brasileirão, enfrenta o Palmeiras, sábado, às 17h, em São Paulo.

Peixe estaciona

Com todo o time titular preservado para a Libertadores, o Santos desperdiça a chance de encostar ainda mais na liderança do Brasileirão. O Peixe permanece com 35 pontos, quatro abaixo do Flamengo. O time viaja ao Equador para enfrentar a LDU, terça, às 19h15, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa Libertadores. Pelo Brasileirão, recebe o Sport, sábado, às 17h, na Vila Belmiro.

Primeiro tempo

O Athletico ficou mais tempo com a bola, controlou o jogo, mas não conseguiu marcar. As chances, aliás, foram bem poucas. Com um time todo reserva, o Santos foi quem levou perigo primeiro. Arthur Gomes apareceu em boa condição na área e finalizou. A bola bateu na cabeça do goleiro Santos e foi para escanteio. O Furacão perdeu o volante Christian, lesionado, mas ganhou a velocidade de Fabinho na frente. Foi dele o cruzamento que Renato Kayzer não conseguiu completar na pequena área, na única oportunidade rubro-negra.

Segundo tempo

O Furacão continuou com o domínio do jogo na etapa final. Erick desperdiçou grande chance ao pegar rebote na área e bater por cima. Em uma das poucas vezes em que atacou, o Peixe levou perigo, com Arthur Gomes, em chute que Santos espalmou. O Furacão chegou ao gol em lance de bola parada. Após cobrança de escanteio, Thiago Heleno subiu mais do que a marcação e abriu o placar. Em seguida, John evitou o gol de Fabinho com grande defesa. O Peixe quase empatou aos 35. Madson apareceu na área e tocou de cabeça. Santos deixou a bola escapar e ela bateu na trave. Pouco depois, o goleiro rubro-negro salvou no ângulo esquerdo em cabeceio de Alex.