Alagoano Didira pode repetir feito de subir para a Série B do Brasileiro

Por Francisco Cardoso | Portal Gazetaweb.com     19/09/2017 18h23

Didira est prestes a mais um acesso no Campeonato Brasileiro

FOTO: Jonathan Lins/ R. Cortez/CSA
.jpg" data-hashtags="#radiogazetaweb #gazetaweb" style="width:40%;">

Meia diz que clima no CSA está muito bom, mas ressalta que disputa por novo acesso ainda não terminou e enaltece o Tombense

Didira está prestes a mais um acesso no Campeonato Brasileiro

FOTO: Jonathan Lins/ R. Cortez/CSA

Entre os jogadores do atual elenco do CSA, um alagoano pode repetir o feito de subir para a Série B: o meia Didira, que, em 2009, sentiu este gostinho vestindo a camisa do ASA. E foi há exatos oito anos, no dia 19 de setembro, que Didira se sagrou, com o Gigante, vice-campeão brasileiro da Série C, enfrentando o América-MG, no Estádio Independência, em Belo Horizonte.

Desta vez, trata-se de uma partida válida pelas semifinais da mesma Série C, marcada para as 20h30 da próxima segunda-feira (25), no Estádio Rei Pelé, valendo o acesso para a Série B de 2018 do Campeonato Brasileiro. 

Já carregando consigo a experiência de várias decisões, Didira ressalta que a disputa contra o Tombense ainda está aberta. "Demos um passo importante em Minas Gerais, mas foi apenas o primeiro passo para o acesso, que é o nosso objetivo básico. Ainda restam 90 minutos para, só depois deste último resultado, começarmos a pensar em voos mais altos", analisou Didira, em resposta sobre a possibilidade de repetir a trajetória de 2009.

Questionado sobre a razão da vitória na noite de ontem, Didira - que, ano passado, já celebrou o acesso para a Série C com o Azulão - destacou a atual comissão técnica:

- O Flávio [Araújo, treinador] arrumou nosso time de uma forma que muita gente não iria conseguir. Daí, nossa postura em campo foi sensacional. Todos estão de parabéns, jogadores e comissão técnica. O clima aqui está muito bom, mas temos de manter os pés no chão porque esta decisão ainda não terminou.

Didira com a camisa do ASA quando subiu de divisão pela 1ª vez

FOTO: Ascom do ASA
Precavido contra surpresas, Didira afirmou, ainda, que "vai ser preciso muita determinação diante de adversário que tem o mesmo objetivo". "Apenas conquistamos uma vantagem nesta partida de 180 minutos, e o apoio da nossa torcida será fundamental no segundo jogo", concluiu.