Com goleada para o Avaí, CRB tem a pior defesa entre os times da Série B

Por Isaac Simões | Portal Gazetaweb.com     16/05/2018 16h30 - Atualizada às 16/05/2018 17h54

Fragilidade do setor defensivo tem preocupado torcedor regatiano

Galo sofreu sete gols nas duas últimas partidas, contra Avaí e Ceará, no Rei Pelé

FOTO: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

A goleada por 4x0 sofrida diante do Avaí, nessa terça-feira (15), no Estádio Rei Pelé, não apenas freou a reação do CRB no Campeonato Brasileiro da Série B, como também ligou o sinal de alerta no Ninho do Galo, especialmente no tocante ao setor defensivo regatiano. Com 13 gols tomados em seis rodadas, o Galo é, agora, o time mais vazado da competição nacional.

E os números não deixam mentir, causando preocupação ao torcedor regatiano. Afinal, em todas seis partidas até aqui, o CRB foi vazado em pelo menos uma oportunidade. Até quando venceu, o Galo acabou sofrendo gol, diante de Atlético-GO (3x1), no Rei Pelé, e Sampaio Corrêa (3x2), no Maranhão.

Na coletiva após a derrota para o Avaí, o técnico Júnior Rocha, inclusive, admitiu que precisa melhorar o nível de concentração de seus comandados.

- A gente vinha numa crescente e, de repente, perdemos por 4x0 em casa. Até que está tudo errado. E se ganhássemos, a vitória também não significaria que está tudo certo. O que precisamos fazer é ajustar a parte defensiva. Fiquei realmente muito triste com o resultado. Não podemos ficar vulneráveis como ficamos. Isso não é mais permitido no futebol atual.

O elenco do CRB se reapresenta somente nesta quinta-feira (17), no CT Ninho do Galo, na Barra de São Miguel, onde vai iniciar sua preparação para o confronto diante do Ceará, na próxima quarta-feira (23), pela segunda partida das quartas de final da Copa do Nordeste.