Casal faz licitação para reforçar segurança em emissário submarino

Por Jonathas Maresia | Portal Gazetaweb.com     11/10/2018 15h48 - Atualizada às 11/10/2018 16h24

Nesta semana, adolescente de apenas 14 anos brincou no local e acabou morrendo afogado

Emissário Submarino vai receber reforço na segurança após adolescente de 14 anos morrer

FOTO: Divulgação

A Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) deve assinar no fim deste mês a ordem de serviço que visa reforçar a segurança no Emissário Submarino, localizado na Praia da Avenida. A previsão é que as obras garantam a reforma estrutural do início do emissário, além da colocação de um portão que dificulte o trânsito de pessoas. 

Nesta semana, o adolescente Victor Gabriel, de 14 anos, morreu após pular no local durante uma brincadeira com amigos. 

De acordo com a assessoria da Casal, a licitação para as obras e melhorias da segurança no emissário foi realizada antes do acidente que resultou na morte do adolescente e que, portanto, as melhorias nada têm a ver com o fato registrado nesta semana. 

A companhia esclareceu que, apesar das diversas vezes que a segurança na região foi reforçada e portões foram colocados, vândalos sempre vão  até o local e acabam danificaram os equipamentos para ter acesso ao emissário. 

O CASO

Victor Gabriel desapareceu após pular da passarela do emissário submarino, no começo da tarde dessa segunda-feira (08). Estudante do Colégio Nossa Senhora Aparecida, do bairro do Vergel, o adolescente participava dos jogos internos da escola.  De acordo com testemunhas, após as atividades, ele e um grupo de amigos resolveram ir até a ponte. 

O grupo pulou da passarela, mas Victor Gabriel não conseguiu sair da água. Os amigos dele foram resgatados com vida.  Desesperadas, pessoas que estavam na praia fizeram contato com o Corpo de Bombeiros, que iniciou as buscas.