Palmeiras precisa ajudar a eliminar o instável São Paulo, diz Marcos Rocha

Por Gazeta Esportiva     14/03/2019 16h01

Em busca de uma vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista, o Tricolor tem 14 pontos e ocupa a vice-liderança do Grupo D

Palmeiras precisa ajudar a eliminar o instável São Paulo, diz Marcos Rocha

FOTO: Gazeta Press

Fortalecido pelo recente triunfo na Copa Libertadores, o Palmeiras encara o São Paulo às 16h30 (de Brasília) deste sábado, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, no Pacaembu. Experiente, o lateral direito Marcos Rocha já pensa na estratégia para complicar a vida do rival no torneio estadual.

"O Palmeiras vive um bom momento, principalmente depois da Libertadores. Já o São Paulo trocou de técnico e está mudando o elenco. Então, temos que aproveitar a instabilidade do adversário, mas respeitando a grandeza do time", disse o ala na tarde desta quinta-feira.

Em busca de uma vaga nas quartas de final do Campeonato Paulista, o São Paulo tem 14 pontos e ocupa a vice-liderança do Grupo D, brigando de maneira acirrada com Ituano (14) e Oeste (12). Assim, uma derrota diante do Palmeiras pode pressionar o rival na última rodada da primeira fase.

"Se você tem a chance de eliminar um time grande como o São Paulo, tem que fazer. Não pode dar asa para cobra, porque ela voa e te pica", alertou Marcos Rocha. "É importante aproveitar o momento e tentar dificultar a vida do adversário", acrescentou.

Suspensos, o centroavante Deyverson e o meio-campista Moisés são desfalques certos para o técnico Luiz Felipe Scolari no clássico diante do São Paulo. O zagueiro Luan, ainda em recuperação de um estiramento muscular, também deve ficar fora da partida no Pacaembu.

"Precisamos tentar pressionar. Impor nossa forma de jogar e encurtar os espaços para o São Paulo se sentir acuado. Com isso, vem a torcida (única) e a instabilidade pode ser ainda maior. Nesses momentos, tem que apertar para que o adversário perca a confiança", ensinou Marcos Rocha.